Oração da Tarde Orações Diárias

Jn.1.17;2.1 – Oração por tempos de crise

Quando olhamos para o cristianismo de hoje, percebemos que a prática de muitos líderes é que oração é para ser usada somente em casos de crises.

Oração pelo Dia – Minuto de Estudo da Bíblia

Uma oração por tempos de crise

Deparou o Senhor um grande peixe, para que tragasse a Jonas; e esteve Jonas três dias e três noites no ventre do peixe…Então, Jonas, do ventre do peixe, orou ao Senhor, seu Deus. (Jn.1.17;2.1)

EXPLICAÇÃO DA TARDE

Quando olhamos para o cristianismo de hoje, percebemos que a prática de muitos líderes é que oração é para ser usada somente em casos de crises. Quando o sinto aberta, recorro ao Senhor. Neste caso a oração são na maioria petições que se elevam quando a crise chegou ao seu auge e nada resta a fazer a não ser clamar para que o Senhor use de misericórdia e intervenha na situação. Em sua imensa graça muitas vezes Deus atende, mas nada recebemos além de uma resposta ao nosso problema.

PUBLICIDADE

Usar oração nesses termos é ter uma visão muito limitada desse aspecto da vida espiritual. É uma concepção bastante arraigada em nosso meio hoje. Como consequência, nossas orações se parecem mais com a lista que preparamos quando vamos às compras em um supermercado. Apresentamos os pedidos a Deus e seguimos nosso caminho da mesma maneira que vínhamos fazendo anteriormente… (Continua…)

PUBLICIDADE

A verdadeira oração, dizia Santo Agostinho, “não é outra coisa senão o amor”. Sobre esse tema, Richard Foster, em seu livro Oração: o refúgio da alma (Editora Vida, 2011) escreve: “Hoje o coração de Deus é uma ferida aberta de amor. Ele se aflige pelo nosso afastamento e preocupações, se lamenta por não nos aproximarmos dele, sofre porque nos esquecemos dele, chora por nossa obsessão pela abundância e anseia pela nossa presença”.

Esta afirmação nos leva à verdadeira natureza da oração. Você pensa que o único motivo de Jesus se afastar para lugares isolados era para pedir coisas a Deus? Claro que não! Ele precisava desfrutar da amizade transformadora que é o resultado da intimidade com o Pai. Isto Ele conseguia por meio da oração.

PUBLICIDADE

Foi por esta razão que os discípulos se aproximaram e lhe pediram que os ensinasse a orar (Lc.11.1-11). Não foi porque desconheciam como fazer petições a Deus, mas precisavam compreender melhor os mistérios da oração. Reconheciam em Cristo uma dimensão espiritual que lhes faltava.

Como é fácil para nós, na agitação do dia a dia no ministério pastoral, transformar a oração numa série de petições para nos tirar das dificuldades. O Senhor nos convida a termos outro tipo de experiência. Por isso, Jesus disse que, ao orarmos, deveríamos nos fechar em nosso quarto (Mt.6.6). Ninguém fecha a porta se pretende sair um minuto depois.

Cristo vislumbrava um tempo de intimidade com o Pai onde o resultado principal seria nossa transformação por intermédio da oração. Todos nós precisamos andar por este caminho. Sem intimidade com Deus não há ministério. Deus nos convida para andarmos com ele e não para trabalharmos para ele.

BENÇÃO COM DEUS

PUBLICIDADE

Senhor, estou impressionado com a minha situação. Eu mal consigo encontrar palavras, mas sei que você entende o que eu estou passando. Oh Pai ajude! Eu sei que você promete nunca me deixar ou me abandonar. Seja comigo agora, me ajude a saber que você está comigo.

Eu sei que você nunca deixará seus filhos escorregarem e caírem segure-me! Senhor, me dê a força que eu preciso hoje para passar por este julgamento. Me dê esperança que só pode vir de você. Em seu nome eu oro. 🙏

🙏 Envie a palavra de Deus para pessoas queridas ❤️

Enviar para Alguém Enviar para Grupo